segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Expectativas

do jardim do Éden
quero as rosas
para estraçalhar-lhes as pétalas
e oferecer o sumo
aos deuses

dos deuses
quero o poder
de perpetuar-me nos inconscientes humanos
sem ser
o que a oração reza

da reza,
quero a sede dos devotos
para remover do coração
o ceticismo
que me consola

para meu consolo
quero dias
até descobrir se acabará o mundo
nas romarias
ou em igrejas esfumaçadas

2 comentários:

Star of Love disse...

ando lendo suas poesias, parabéns.

Zelmar Guiotto disse...

Poeta, se nasce ou se faz. Vc parece ter nascido e faz. Parabéns! Acompanho a sua verve poética nos meandros dos bloggers e perdidas no páramo-cerúleo que são os bits, hoje.