quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Questão de Fé



gritam os sinos
ouço o desespero do badalo
a pressa dos anjos
a lentidão das horas

dispersa-se no tempo
a dúvida, teimosa agonia:
subir degraus, beijar Maria?
cuspir orações como escarro

as almas não animam a hora
nem os santos meu dia...
a reza cansa:
o eco insiste
a dúvida persiste
o santo espera
a vela morre
a chama apaga


Publicado no livro:
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos, Rio de Janeiro, CBJE/BrLetras, 2007, 37º Volume, p.41, ISBN: 978-85-60489-27-5

Publicado também no livro: Panorama Literário Brasileiro 2007/2008: As melhores poesias de 2007. Rio de Janeiro, CBJE/BrLetras, p.147, ISBN: 978-85-7810-073-5

2 comentários:

wilson guanais disse...

passando pra conhecer seu espaço, volto mais vezes.
abraço.

Raiça Bomfim disse...

Com quantas fés se faz uma felicidade?

Quanto ao link, só tenho agradecer, moço.

Abraço,
Raiça.